Blog,  Familia,  Gravidez,  Mães e Bebés

Viajar Grávida

Agora que estamos em época de férias, e o sol voltou a brilhar, vou deixar aqui algumas dicas para as grávidas que vão viajar!

A maioria das grávidas, não se sentem confortáveis em viagens muito longas, por isso o ideal é fazer várias paragens ao longo do percurso. Outro desconforto que é muito habitual surgir são as náuseas, o ideal é ir ingerindo pequenas quantidades de alimentos (bolachas integrais, frutos secos – amêndoas, ou até caramelos) para que esta situação melhore.

Se vai viajar de Carro, não se esqueça que nunca, mas mesmo nunca, deve deixar de usar o cinto de segurança, por maior que seja a barriga! A utilização do cinto é fundamental para a segurança da grávida e do bebé. A parte inferior do cinto deve ser colocada abaixo da barriga, a superior entre a barriga e o peito em direcção ao ombro. Existem adaptadores que ajudam a posicionar melhor o cinto!
Tal como já disse, em viagens grandes, é importante que de meia, em meia hora, se faça uma paragem, para a grávida sair do carro. A grávida deve aproveitar para caminhar um bocadinho e se for preciso, fazer um xixi. A bexiga cheia, ocupa mais espaço e causa um maior desconforto.

Se a viagem é de Avião, por norma a viagem não implica nenhum risco para a futura mãe, nem para o bebé. Não sei se sabem, mas é o meio mais seguro para viagens muito longas. Antes de comprar bilhete, deve ir ao seu médico assistente e aconselhar-se sobre o destino e se é seguro fazer a viagem! Deve escolher um destino, adequado, que não implique vacinas ou medicamentos que não possam ser usados durante a gravidez!

A maioria das companhias exigem uma declaração médica que ateste que é uma gravidez, sem complicações e com a idade gestacional. Embora varie de companhia para companhia, a Air Berlin e Air France são as únicas em que é possível viajar, até às 36 semanas, sem a referida declaração. As restantes companhias ou grande parte delas, exigem a declaração a partir das 28 semanas. No último mês antes do Parto (36 semanas) há companhias que não autorizam mesmo a viagem, mesmo com o atestado médico. Outras autorizam a viagem com o atestado, embora não seja recomendado pelo risco aumentado de rotura da bolsa de águas ou de um parto prematuro.

É mais confortável viajar na parte antes ou perto das asas, pois sente-se menos o movimento do avião. Não se esqueça de ficar numa cadeira junto ao corredor, para se poder levantar as vezes que forem necessárias. Para conseguir um lugar adequado, chegue ao aeroporto com algum tempo de antecedência para realizar os procedimentos de embarque, de forma tranquila; Quando for necessário colocar o sinto de segurança deve colocar-lo entre os quadris e a barriga. Convém levantar-se e passear por períodos para melhorar a circulação. Idealmente deve usar meias de compressão a bordo do avião devido ao elevado risco de trombose; Não se esqueça de beber muita água, pois o ambiente, no avião é mais seco. Faça pequenas refeições ligeiras.

Por último, quanto aos detectores de metais que são utilizados nos aeroportos são totalmente inofensivos para a mãe e o bebé.
Para onde quer que vá, a grávida deve fazer-se acompanhar do boletim de grávida.

Espero que tenham uma boa viagem e já sabem divirtam-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *