Bebés,  Familia

Quando Nascem os dentes? Qual é a ordem? Causa Dores? O Nascimento provoca febre e diarreia?

Vamos falar sobre o nascimento dos dentes e de uma forma resumida explicar este fenómeno que causa muita dúvidas.

Muitas são as excepções à regra, e embora sendo raro há bebés que nascem já com dentes, mas há outros que só começam a ter dentes com um ano e ambos os casos, são normais, e não devem preocupar os Pais.

O Ritmo a que os dentes nascem, está definido geneticamente, o mesmo acontece quando falta um dente definitivo. Nascerem antes ou depois, não é bom nem é mau, o mais frequente é nascerem próximo dos seis meses de vida.

A ordem habitual (mas volto a repetir que há excepções à regra) é: em primeiro lugar os centrais de baixo (incisivos), logo depois os 4 de cima (incisivos centrais e laterais). Após estes os incisivos laterais de baixo. Mais tarde 4 molares, seguidos dos caninos e finalmente completam a dentição de 20 dentes, os segundos molares

 

O que podemos fazer para aliviar os sintomas causados pelo nascimento dos dentes?

Mordedores – Brinquedos com liquido no seu interior que possam ser colocados no frigorífico e dados ao bebé para ele morder e aliviar o desconforto.

Massajar as gengivas com o dedo previamente com o dedo molhado em água fria.

Alimentos e líquidos frios

Algum analgésico ou anti-inflamatórios prescrito pelo pediatra

Gel com efeito refrescante (prescrito pelo pediatra) para esfregar as gengivas

Mimos e muita paciência para os pais.

E febre, é normal acontecer?

Habitualmente quer em literatura cientifica, quer alguns profissionais de saúde descreve este processo como isento de febre. Será?

Habitualmente os pais que me procuram descrevem, nesta fase do nascimento dos dentes de leite, bebés irritados, que mordem tudo o que lhes aparece à frente, que choram com frequência, que apresentam as gengivas inflamadas (vermelhas e inchadas) e com frequência ficam sub- febris (37 C – 38 C).

É sempre importante despistar, outra possível causa para o estado sub-febril, mas a causa pode mesmo ser o nascimento de mais um dente.

Quando estão chorões, com febre e têm mais de 6 meses, por vezes um anti-inflamatório (ibuprofeno) pode ser vantajoso, pois para além de analgésico e antipirético, alivia o processo inflamatório que ocorre durante o nascimento do novo dente, é importante que se aconselhe com o pediatra do seu bebé.

É verdade que pode haver diarreias que acompanhem o nascimento de um novo dente?

A maioria das doenças infecciosas transmitem-se através das mãos. Nesta fase, é muito comum que o bebé, leve com maior frequência as mãos à boca, ou outro qualquer objecto que esteja por perto. Certamente que o nº de germes que chegam ao sistema gastro-intestinal, vão aumentar, alterando a flora intestinal e por consequência o número de indisposições intestinais. Estas diarreias por norma, não requerem tratamento, apenas vigilância e uma dieta adequada.

Esta mudança da flora intestinal, pode mudar também as características das fezes, tornando-as mais ácidas, aumentando também a probabilidade das irritações da pele na zona da fralda. É importante nesta altura, mudar a fralda com mais frequência e proteger a pele com um creme barreira.

O aumento da saliva é também uma característica comum nos bebés que atravessam esta fase, o que por vezes altera a pele ao redor da boca, provocando irritação da mesma, deve manter-se a pele seca, o mais possível (usar babetes e muda-los com frequência e hidratar a pele com um creme próprio para o efeito)

 Mais raro, mas também possível, é a erupção do dente romper algum capilar e sangrar ligeiramente ou formar-se algo parecido com uma “borbulha sanguinolenta” que acaba por romper, quando ocorre o nascimento do dente e curar sem que nada se faça!

O nascimento de dentes com formas estranhas, duplicados, pode também acontecer, mas por norma na dentição de leite poucas vezes há necessidade de intervir.

Que cuidados precisam os dentes de leite?

A limpeza é essencial, desde cedo devemos incutir hábitos de higiene dentária no bebé. Existem escovas de dentes, tipo dedeiras, que se aplicam no dedo, e com a dedeira, esfrega-se os poucos dentes existentes e até mesmo as gengivas para eliminar restos alimentares que fiquem alojados. Em último caso podemos passar uma compressa húmida em água.

Não se deve oferecer líquidos açucarados, especialmente em biberões, pois aumento o risco de aparecimento de cáries. As cáries são mais frequentes nos 4 dentes centrais. Se houver suspeita de Carie, é conveniente ir de imediato a um estomatologista. O avanço de uma cárie, que não deixa de ser uma infecção, pode contaminar e prejudicar os dentes definitivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *