Bebés,  Familia,  Gravidez,  Mães e Bebés

Como escolher o Pediatra para o seu bebé

Está grávida pela primeira vez e não sabe que Pediatra escolher para o seu bebé?

Vou deixar aqui alguns conselhos que a vão ajudar, na escolha. Idealmente antes do bebé nascer deve ter um ou dois nomes de referência.

Se tudo correr bem, este será o profissional de saúde que irá acompanhar o bebé, desde o nascimento até aos 18 anos. Sim, a DGS (Direcção Geral da Saúde)  recomenda que o bebé seja acompanhado pelo pediatra, até aos 18 anos. Embora a periodicidade, possa variar de Pediatra para Pediatra, a DGS recomenda que as consultas sejam realizadas nas seguintes idades:

  • Primeira semana de vida (1ª consulta após a alta hospitalar)
  • 1 mês
  • 2 meses
  • 4 meses
  • 6 meses
  • 9 meses
  • 12 meses
  • 15 meses
  • 18 meses
  • 2 anos
  • 3 anos
  • 4 anos
  • 5 anos – exame global de saúde
  • 6 ou 7 anos – final 1º ano de escolaridade
  • 8 anos
  • 10 anos – ano do início do 2º ciclo do ensino básico
  • 12 ou 13 anos – exame global de saúde
  • 15 ou 18 anos

Tendo em conta que a recomendação é o bebé ir a uma primeira consulta, na primeira semana de vida, antes de ele nascer já deve ter um Pediatra escolhido. Comece a tratar disso no 3º Trimestre da gravidez. Há pediatras que fazem uma consulta pré-natal, que permite, conhecer melhor o pediatra e estabelecer ou não empatia com ele.

Pergunte às suas amigas, ou familiares, que já têm filhos, quem é o Pediatra deles e faça-lhes as seguintes perguntas que a podem ajudar a decidir:

  • Onde é o consultório
  • Se tem acordo com o seu subsistema de saúde
  • O Preço da consulta
  • Se dá os contactos pessoais (telemóvel e e-mail)
  • Se é disponível (Atende o telemóvel e responde às mensagens)

Para pais de primeira viagem, um pediatra disponível é importantíssimo, agora não podemos  esquecer, que o Pediatra é uma pessoa e que tem uma vida para além da profissão! O bom senso, é a chave para o sucesso da relação entre o pediatra e os pais.

A recomendação de uma amiga, familiar, ou até do seu obstetra, pode não resultar no pediatra ideal para o seu bebé. Quantas vezes já recomendei, o Pediatra dos meus filhos (confio nele a 200%) ,  a grávidas e amigas, que após algum tempo, me dizem que não gostaram e mudam. É normal, e não há mal nenhum em mudar uma ou várias vezes até encontrar o pediatra, com que os pais se identificam, e que é o “tal” que vai acompanhar o bebé até aos 18 anos.

Deve haver uma relação de confiança com o Pediatra, é importante que esteja à vontade para lhe fazer todas as perguntas (mesmo aquelas que lhe parecem descabidas). O Pediatra deve ouvi-la e dar crédito às suas suspeitas. Uma das frases que o Pediatra dos meus filho diz com alguma regularidade, é que “as mães têm sempre razão!” Nem sempre é possível, durante a consulta que dura cerca de 20 a 30minutos, o pediatra detectar algum comportamento anormal de desenvolvimento, por isso todas as suspeitas dos Pais devem ser tidas em conta e devem ser descartadas.

Seguir um fio condutor, é muito importante no acompanhamento do bebé, amigos, familiares e até desconhecidos tem sempre um conselho para dar, os melhores e únicos conselhos que deve seguir são os dos profissionais de saúde que acompanham o seu bebé.

O Preço médio das consultas em privado, ronda os 90€, depois depende se o médico que escolheu tem acordos e da apólice do seguro

Não quero terminar sem falar no Sistema Nacional de Saúde, que no caso das crianças até aos 18 anos estão isentos de taxas moderadoras, e que assim que nascem lhes deve ser atribuído um médico de família. O Médico de família pode ser uma opção no seguimento da saúde do seu bebé, pode também, avaliar essa possibilidade.
Se está a ler este artigo, e o bebé está prestes a nascer e ainda não escolheu um pediatra, não entre em pânico! Muitas mães acabam por escolher o Pediatra que viu o bebé nascer.

Tudo se resolve e a escolha do pediatra também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *