Crianças,  Familia

Após o nascimento do segundo filho, o Stress e a falta de tempo, vão fazer parte da Família!

Com a chegada do segundo filho, chega também mais stress! Nos ombros dos pais, especialmente nos das mães, aumenta o peso da falta de tempo!

Ah, filhos … O que faríamos sem eles? Sem dúvida, uma infinidade de atividades muito egoístas e excitantes, mas o mais importante, teríamos melhor saúde mental. E menos falta de tempo.

Um estudo Australiano mostrou que a chegada do segundo filho teria um impacto sobre a falta de tempo sobre os pais, especialmente nas mães.

É difícil acreditar que um segundo filho irá perturbar a vida de uma casa, mais do que o nascimento do primeiro…

Errado! As tarefas aumentam, os pais passam a ter de dar 2 banhos por dia, adormecer duas crianças, lavar a roupa de mais um (como é que um ser tão pequenino consegue sujar tanta roupa) …

O Centro de pesquisa Australiana The Household, Income and Labour Dynamics in Australia (HILDA) – publicou um estudo, que acompanhou a dinâmica familiar de 20.000 Australianos durante cerca de16 anos, com o objetivo de observar essa famosa “falta de tempo”, bem como interferia na saúde mental dos pais no momento do nascimento dos filhos, especialmente o segundo. Os investigadores, queriam dar resposta a duas perguntas sobre a chegada do número 2 à Família:

  • A situação melhora à medida que as crianças crescem, e se tornam progressivamente mais independentes?

O estudo diz que melhora, mas a exigência aumenta!

“A segunda (e terceira) criança não introduz um novo papel na vida dos pais, mas aumenta as exigências do papel dos pais”, diz um artigo no jornal Australiano The Sydney Morning Herald, que publicou um artigo sobre o estudo!

  • A segunda questão que o estudo queria provar era se um segundo filho acrescenta stress à família, alterando a saúde mental?

A pressão de conseguir realizar tudo a tempo, que persiste ao longo do tempo, tem consequências – especialmente na saúde mental dos pais. “Com o segundo filho, a saúde mental das mães vai-se deteriorando”, diz o diário Australiano. “O Estudo comprova que se, não existisse constantemente da falta de tempo, a maternidade seria vivida em pleno, sem alterações na Saúde Mental dos pais”, acrescentou o Jornal

Afinal não é a única que não tem tempo para nada, até existem estudos sobre isto!! Inspire … e expire e lembre-se que vai melhorar!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *